Professor Hermógenes e a Tigritude: A Parábola Hindu do Tigrinho

set 3 • Roberto Figueiredo, Slide principal, Textos • 702 Views • Nenhum comentário em Professor Hermógenes e a Tigritude: A Parábola Hindu do Tigrinho

Um filhote de tigre, muito novinho, perdido de sua mãe, perambulava desamparado pela floresta, à cata de comida, proteção e amor, quando foi encontrado por um rebanho de cabras.

Uma delas adotou-o. Passou a amamentá-lo e a cuidar dele como se fosse um de seus cabritinhos.  O tigrinho criado como cabrito, acabou por “cabritificar-se”.

Passados anos, fisicamente, tornara-se um magnífico animal, musculoso, enorme, belo, mas, psicologicamente, era um belo bode, vegetariano, tímido e pacífico.

A vida correu assim até o dia em que um tigre caçador atacou o grupo, que debandou apavorado. O tigre assaltante foi surpreendido por um quadro muito estranho: um tigre igual a ele, tremendo, paralisado pelo medo, a balir como uma cabra acovardada. Ainda pasmado, o tigre caçador tomou-se de compaixão e decidiu tratar do caso.

Procurou primeiro acalmar o outro, tão ridículo e estranho. Depois, com insistente doutrinação, tentou fazê-lo ver que ele não era um frágil caprino, mas um portentoso animal, ágil, vigoroso, valente, carnívoro.

Por algum tempo, fez uso de diversas didáticas, pretendendo que seu “discípulo” entendesse que eles eram iguais em “tigritude”. O outro, no entanto, fechava-se em sua hipnose, dogmaticamente convencido de sua “caprinitude”.

O tigre-guru mostrou que, refletidas no espelho de um lago tranquilo, suas imagens eram idênticas. Não foi bastante para libertar o discípulo ignorante e teimoso.

Certa ocasião, o guru matou uma gazela e fez o aluno comer um naco de carne sangrenta. Era o que faltava. Agora livre da ignorância, o tigre reassumiu sua verdadeira natureza. Imediatamente sua energia, sua valentia, sua agressividade, sua “tigritude” se manifestaram de plena forma.

E assim acontece conosco, seres humanos. Esquecemos da nossa verdadeira natureza. Esquecemos da nossa verdadeira identidade.

Somos como tigres espirituais, com infinito potencial, mas erroneamente acreditamos que somos apenas um corpo, uma mente, um intelecto, um ego.

Mas, pelos caminhos do Yoga, A VERDADE QUE LIBERTA, tiramos o véu de nossa ignorância, recuperamos nosso poder infinito e reassumimos a natureza divina real do homem.

Texto retirado do Livro O Que É Yoga do Professor Hermogénes.

No espaço OS MESTRES do nosso SITE, tem uma pequena biografia do Professor Hermógenes.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »