O Que É Yoga

A maioria das palavras no Yoga é em sânscrito, um antigo idioma da Índia. Afinal o Yoga nasceu na Índia há mais de 5.000 anos e se desenvolveu neste fantástico país localizado no Oriente, na Ásia. Então a palavra Yoga significa união, unificação, comunhão, integração.

Yoga é união do indivíduo consigo mesmo, união com o corpo, com a mente, com a alma. Yoga é comunhão com a natureza, com o meio ambiente,  com o Planeta, com o Universo. Enfim, Yoga é União com Deus. Quando você ler e ouvir a palavra Yoga pense na união, na comunhão, na conexão com o Divino, que está em todos os lugares e formas e está dentro de cada um também.

Podemos definir o Yoga como uma Filosofia, uma Tecnologia, uma Ciência e até mesmo como uma Arte. O Yoga pode ser considerado também como um Movimento Cultural da Índia que se espalhou pelo mundo no século passado.

De forma simplificada podíamos dizer que o Yoga é uma Filosofia que através do autoconhecimento proporciona a identificação do ser humano com sua própria natureza, com sua essência e sua integração com o Universo. Yoga é a integração e harmonia entre pensamentos, palavras e ações. Ou, como dizia um grande sábio da Índia, “integração entre cabeça, coração e mãos”.

O Yoga é também uma Tecnologia, ou seja, é um sistema de técnicas e de práticas para promover e facilitar a unificação do praticante consigo mesmo e com o Divino. Apesar de ser uma prática introspectiva, o Yoga não prega o isolamento ou o separatismo, pelo contrário, dentro do ideal de realização no Yoga está a integração com os demais seres vivos, principalmente a união entre as pessoas e a comunhão com o próprio Universo, com o Todo.

Existem diversas escolas e métodos dentro do Yoga, mas todas as suas técnicas proporcionam ao praticante saúde física, serenidade mental, clareza espiritual e expansão da Consciência. O Yoga é um caminho de autopercepção, de autoconhecimento,  de transformação, de libertação. E, em estágios mais avançados,  pode levar à transcendência e à iluminação. O praticante encontra no caminho do Yoga um profundo equilíbrio interno, balanceando os aspectos físicos, emocionais, energéticos e espirituais de sua natureza.

Yogananda, um grande mestre da Índia, foi um dos primeiros a trazer o Yoga para o Ocidente há quase 100 anos. Ele falava que na realidade o Yoga é uma Ciência milenar para o desenvolvimento do ser humano. Uma ciência da vida. Mais do que técnicas respiratórias, posturas físicas, relaxamento e meditação, o Yoga ensina como nos comportarmos diante do mundo, diante das adversidades e dos desafios. Ele fornece ferramentas para utilizarmos o enorme potencial de nossa mente e, ainda, apresenta caminhos para entendermos nosso papel no Universo.

Podemos dizer também que o Yoga é uma Arte. A Arte de Viver. A arte de viver em paz, com saúde, equilíbrio, força, vitalidade, beleza, flexibilidade, prosperidade, abundância, plenitude, pureza, alegria, energia, amor, devoção, felicidade, harmonia, esperança, confiança, serenidade, clareza. Yoga é a Arte de Expressar o Ser.

Muitos perguntam se Yoga é ginástica ou religião. O Yoga não é ginástica, mas nos ajuda a ter consciência do corpo, a ter presença no corpo e a ter saúde. E também não é religião, mas nos ajuda a fazer o caminho espiritual e ter uma experiência concreta e pessoal com Deus.

Então, o Yoga não é ginástica e também não é religião, mas cuida do corpo, da mente, da alma, do espírito. O Yoga é um sistema completo para o desenvolvimento, o aperfeiçoamento, a transformação, a libertação do ser humano.

O Professor Hermógenes, um dos pioneiros do Yoga no Brasil, que faleceu no início de 2015, nos falava que dentro do  Yoga existem sim posturas físicas e exercícios respiratórios que dão ao praticante as melhores condições físicas e mentais para enfrentar os desafios da vida. Mas segundo ele, isto é apenas um aspecto particular de um sistema muito mais amplo que, alquimicamente, eleva nossa alma a Deus.

Abaixo temos trechos de um livro do Professor Hermógenes chamado Yoga Caminho Para Deus, onde ele explica esta questão do Yoga não ser ginástica, nem religião. Diz o Professor:

 

Yoga não é ginástica. Nenhuma ginástica só é Yoga. Mas dentro do Sistema do Yoga, há uma ginástica muito inteligente chamada Hatha Yoga, que ajuda o caminhante, dando-lhe adequadas condições físicas e mentais para que vença as obstruções e as fadigas do caminhar. Mas este é apenas um aspecto particular de todo um sistema que, alquimicamente, eleva a alma a Deus.

Como pode chegar ao destino um caminhante sem resistência, sem tenacidade, necessitando demasiadamente de conforto, de luxuria, de repouso, de ócio? Pergunta o Professor Hermógenes.

Amar, adorar, trabalhar, servir, estudar, meditar e viver, cada instante e onde estiver, este é o caminho.

Yoga é o caminho e o caminhar que conduzem a Deus. Yoga não é religião. É RELIGAÇÃO. É re-ligação da alma individual com a Alma Universal, do homem finito com o Infinito, do homem imperfeito com a Perfeição, do faminto com o Pão, do sedento com a Água, do alienado com o Reino.

 

O Yoga é um caminho de autoconhecimento, de autoanálise, de autopercepção. E só através do autoconhecimento se pode chegar ao final do caminho e encontrar Deus.

CONHECE-TE A TI MESMO E CONHECERÁS A DEUS. Já disse o grande Mestre.

Paramahansa Yogananda também nos ajuda a compreender o que é o Yoga. Ele diz:

 

A inestimável contribuição da Índia ao mundo, descoberta na antiguidade pelos Rishis (sábios), é a ciência do YOGA, a União Divina, por meio da qual Deus pode ser conhecido não como um conceito teológico, mas como uma autentica experiência pessoal.

 

E o Yoga nos proporciona esta experiência e esse encontro com o Divino. E o mais revolucionário do Yoga é que a caminhada começa exatamente pelo corpo. Precisamos purificar o corpo e liberá-lo das tensões, das amarras. Precisamos ampliar nossa respiração, aumentar nossa vitalidade e desenvolver nossa força para podermos fazer o caminho com sucesso.

Precisamos também construir nosso espaço interno de SILÊNCIO, de PAZ, de SERENIDADE, de RECOLHIMENTO. Precisamos IR PARA DENTRO, IR PARA O CORAÇÃO. O VERDADEIRO ENCONTRO É O ENCONTRO CONSIGO MESMO, NO INTERIOR DO CORAÇÃO.

E para isso precisamos relaxar o corpo, aquietar a mente. Sair do turbilhão dos pensamentos. A maioria de nossos pensamentos são desnecessários e negativos.

Sri Aurobindo, criador do Yoga Integral e a Mestra Mira Alfassa conhecida como A Mãe também nos dão informações importantes para compreendermos o que é o Yoga.

Lembrando que o Yoga Integral é uma síntese das diversas correntes do Yoga. Então no Yoga Integral estão reunidas todas as filosofias e ferramentas do Yoga para o progresso do ser humano. Segundo Sri Aurobindo, através da ação, da devoção e do conhecimento, buscamos a libertação individual e a união com o divino, que são os objetivos de todo Yoga.

E Mestre Aurobindo chama a atenção também para a importância da ENTREGA de si mesmo, da ABERTURA para o Poder Superior e da ASPIRAÇÃO pela Graça Divina.

A seguir temos um texto da Mãe que nos fala da diferença entre o Yoga e a religião. A Mãe diz:

 

A diferença entre o Yoga e a religião é como a diferença entre um cachorro e um gato. O Yoga vem da palavra sânscrita YUJ, que significa união. Então, imagine alguém que escutou falar do Divino e que se esforça de todas as formas para encontrar este Divino, para descobrir o que É, para assim poder unir-se a Ele. Esta pessoa que faz este esforço, e este caminho livre e individual para o Divino, esta pessoa faz Yoga.

Agora, se a pessoa constrói para si um sistema fixo, elegendo leis absolutas para suas descobertas, se, por exemplo, ela diz: “O Divino é assim, para encontrá-lo é preciso fazer desta forma, com tal atitude, tal gesto, este é o único método, etc, etc”. E tudo isto é escrito, organizado em leis e cerimônias fixas, isto é uma religião.

A religião e o Yoga não estão situados no mesmo plano do ser e a vida espiritual só pode realmente existir se ela for livre de todo dogma mental.

 

Existem diversos caminhos ou métodos dentro do universo do Yoga. Os principais são: Raja Yoga, no qual se trabalha sobre a mente; Hatha Yoga, método da ação disciplinadora e corretiva sobre todo o sistema humano, principalmente sobre o corpo; Karma Yoga ou o caminho da ação, da prestação de serviço com renuncia dos frutos do agir; Bhakti Yoga, o aprimoramento da devoção; Mantra Yoga, o método das palavras de poder; Jnana Yoga que atua pela supressão da ignorância e a conquista da sabedoria; Laya Yoga e a extinção do ego. Alem do Tantra Yoga e do Yoga Integral.

A seguir temos algumas palavras chaves para entender o Yoga: RESPIRAÇÃO, ENERGIA, PRANA, CHAKRA, CORPO, MENTE, PENSAMENTOS, DISCERNIMENTO, SOM, MANTRA, PLENITUDE, INTROSPECÇÃO, PAZ, SILÊNCIO, MEDITAÇÃO, VIDA INTERIOR, DEVOÇÃO, FÉ, ACEITAÇÃO, ENTREGA, RENÚNCIA, HUMILDADE, LUZ, ABERTURA, PUREZA, CONTENTAMENTO, SABEDORIA, DISCIPLINA, SOLITUDE, FORÇA, VIGOR, VITALIDADE, PODER, AÇÃO DESINTERESSADA, HARMONIA, EQUILÍBRIO, ALEGRIA, AMOR, PURIFICAÇÃO, BELEZA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *