O Abraço

nov 9 • Sheyla Guedes, Textos • 485 Views • Nenhum comentário em O Abraço

O abraço é a expressão mais viva da abertura do coração.

O abraço, em verdade, é a extensão dos sentimentos que se alojam no coração e se propagam pelos braços e pelas mãos até alcançarem o corpo do outro, aquele que também nos abraça.

Como eu e outro somos um só, o abraço é apenas a concretização física da nossa união espiritual, que não é condicionada pelas nossas relações pessoais e sociais (família, amigos, relacionamentos, colegas de trabalho, conhecidos, desconhecidos…), mas pela a nossa condição de seres humanos, terráqueos e filhos de um mesmo pai e mãe (pois Deus é o nosso pai maternal e a nossa mãe paternal).

Mas se você estiver contaminado pela “fantasia da separatividade” e acredita que está separado do outro, daquele que é pouco conhecido ou desconhecido, somente estando próximo daqueles que têm amizade/intimidade, você não saberá sobre a doação energética do verdadeiro ABRAÇO.

E, imerso na fantasia da separatividade, seu corpo estará folgado na hora do abraço, sua bacia fará um leve movimento para trás, afastando-se do ventre do outro, da região mais quente e vigorosa, a própria fonte da vitalidade e da propagação da espécie humana. Para se afastar ainda mais, sua mão dará “batidinhas” amistosas nas costas do outro para preveni-lo que o abraço é transitório e nunca eterno.

Mas se você acredita que o outro já é você desde sempre, seu abraço será compacto, faces, ombros, braços, mãos, peitos, abdomes, ventres e pernas se abandonarão na plenitude e na bem-aventurança da ETERNIDADE.

Hoje, aqui e agora, escolha alguém para dar um abraço e observe se seu abraço é verdadeiro ou falso.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »