Como Jogar Fora Sua Energia

set 3 • Roberto Figueiredo, Slide principal, Textos • 584 Views • Nenhum comentário em Como Jogar Fora Sua Energia

Existe uma palavra, um conceito muito importante para a Ciência do Yoga que é PRANA. Prana é a ENERGIA VITAL. O Prana é a força da vida. Sem Prana não há vida.

Encontramos o Prana na Natureza: no ar e nos alimentos, principalmente nas frutas, nas verduras, nas folhas.

E é muito importante aprender a captar e a absorver energia. Todas as técnicas do Yoga: os Asanas, os Pranayamas, o Relaxamento e principalmente a Meditação, nos ajudam nesta tarefa. Mas é muito importante também perceber como desperdiçamos energia, como perdemos energia em nosso cotidiano.

Eu recebi um material muito interessante sobre este assunto e adaptei para ser lido no PROGRAMA RADIO YOGA. O material me foi enviado por nossa querida companheira e colaboradora Graça Sales e não teve o autor (ou autora) identificado.

Segundo o texto a maioria das pessoas reclama da falta de energia para tocar a vida. E todos acham que perdem energia por causa dos colegas de trabalho, familiares, amigos e determinados locais que frequentam.

É verdade que existe o “roubo” de energia. Mas nós precisamos assumir a responsabilidade por nossas vidas e não ficarmos vulneráveis às energias ao nosso redor. Precisamos cuidar de nós mesmos, fechando nossa porta energética e parar de colocar a culpa nos outros.

Para ajudar você a refletir sobre este tema tão importante o autor deste material listou algumas atitudes nossas que gastam uma tremenda energia vital. Segundo descreve, a energia que seria usada para atrair o bem, a felicidade, o amor, a prosperidade acaba sendo usada de forma inadequada.

Confira a lista e veja o que precisa ser modificado em sua vida:

1) FALTA DE CUIDADO COM O CORPO E HÁBITOS ERRADOS: Todos nós precisamos de descanso, boa alimentação, higiene, exercícios físicos, lazer, prazer. A correria da vida diária e a competitividade fazem com que deixemos esses assuntos em segundo plano e acabamos negligenciando a manutenção de nossa saúde energética. Trabalhar o corpo é importantíssimo. Os exercícios físicos são sempre úteis para nos ajudar a movimentar e eliminar as energias estáticas. O sedentarismo e o consumo de álcool, cigarro e drogas são grandes hábitos que enfraquecem nosso sistema energético. As pessoas que são dependentes químicos apresentam verdadeiros rombos na aura.

2) PENSAMENTOS OBSESSIVOS: Pensar gasta muita energia. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos, torna-se um escravo da mente e acaba gastando muita energia. Devemos não só estar atentos ao volume dos pensamentos, mas também a qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados nos recarregam, ao passo que a negatividade e o pessimismo consomem energia e atraem mais negatividade para nossas vidas. Ao invés de ficar pensando nos problemas, relaxe, coloque uma música suave e entregue o problema para o Universo resolver. Quando sua mente silencia, permite que sua intuição, seu anjo da guarda, Deus, seu Eu Superior, converse com você e lhe traga inspiração e criatividade e isso se reverte em mais energia.

3) SENTIMENTOS TÓXICOS: Se você sofre um choque emocional ou sente uma raiva intensa, pode estar certo, algumas horas depois estará simplesmente esgotado energeticamente. Agora imagine alguém que nutre ressentimentos e mágoas, às vezes, durante anos seguidos. Essas pessoas ficam estagnadas, não prosperam, nem ficam felizes, pois elas gastam toda sua energia para alimentar esses sentimentos negativos. Sentimentos como o medo, a culpa, a ansiedade também consomem bastante energia. Então, precisamos ter pensamentos e sentimentos de amizade, amor, confiança, desprendimento, solidariedade, autoestima, e principalmente alegria e bom humor. Eles recarregam nossas energias e atraem coisas boas.

4) FUGIR DO PRESENTE: Onde eu coloco a minha atenção, aí coloco a minha energia. É tendência frequente do ser humano colocar toda a atenção no passado. Pessoas que não conseguem esquecer os bons momentos do passado, mas principalmente ficam presas aos traumas, aos eventos negativos. Ou seja, colocam toda a sua energia no passado. Por outro lado temos os sonhadores ou aqueles que vivem numa expectativa do futuro. Viver no tempo passado ou no tempo futuro faz com que sobre pouca ou nenhuma energia no tempo presente, que é o tempo onde verdadeiramente estamos vivendo. É somente no presente que você constrói sua vida.

5) FALTA DE PERDÃO: Perdoar significa soltar. Soltar ressentimentos, mágoas, culpas. Soltar o que aconteceu e olhar somente pra frente e viver o presente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos e gastamos menos energia alimentando feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres e abertos para a felicidade. Aquele que não sabe perdoar os outros e a si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos do passado e isso requer muita energia.

6) MENTIRA PESSOAL: Todos nós mentimos ao longo de nossas vidas e sabemos quanta energia é gasta posteriormente para sustentar a mentira e, quase sempre, acabamos sendo pegos. Agora imagine quando “você é a mentira”, a farsa. Quanta energia nós gastamos para sustentar caras, poses, atitudes que não são autenticas. Somos educados pela família e pela sociedade para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos. Poucos conseguem ultrapassar esta barreira. Mas quando somos nós mesmos a vida flui e tudo acontece com pouco esforço.

7) VIVER A VIDA DO OUTRO: Ninguém vive só, através dos relacionamentos evoluímos e nos realizamos. Mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo algo mais que o recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, neste caso será a frustração. Quando interferimos na vida alheia, nos misturamos com o carma negativo do outro e trazemos isso para nossa vida.

8) BAGUNÇA E PROJETOS INACABADOS: A bagunça afeta de forma muito negativa a vida das pessoas, causando confusão mental e emocional. Precisamos pelo menos arrumar nossa casa, os armários, as gavetas, os documentos e tudo que mereça uma boa faxina. À medida que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem a mente e o coração. Outra forma eficiente de perder energia é não terminar as tarefas. O desenvolvimento do autoconhecimento, da disciplina e da determinação fará com que você invista em projetos que serão concluídos e gerem benefícios. Lembrando que dinheiro também é uma forma de energia. Bagunça e sujeira são ótimas moradas para energias densas e negativas.

9) AFASTAMENTO DA NATUREZA: A Natureza é nossa maior fonte de alimento energético e, além de nutrir, também nos limpa das energias densas e negativas. O homem moderno que vive e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energias. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam este quadro de perda de energia e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em sua energia vital. Procure sempre que possível estar junto da Natureza. Junto do verde. Coloque plantas em sua casa, em seu local de trabalho. As plantas humanizam os ambientes, nos acalmam e absorvem as energias negativas e poluentes.

10) PREGUIÇA E NEGLIGÊNCIA: Falta de objetivos na vida. Falta de força, de entusiasmo, de determinação. Não aproveitar nosso potencial, nossos dons. Realmente desperdiçar a energia para muitas vezes não fazer nada, ou começar a fazer e não terminar. Com preguiça e falta de ânimo não conseguimos atrair energia para nossas vidas. E o resultado é mais preguiça, moleza, sono… .

11) FANATISMO: Pessoas fanáticas normalmente tem medo de tudo. Elas criam um mundo de lugares maus, de pessoas más, de energias estranhas, de espíritos ruins. Elas dão muita importância à opinião dos outros, principalmente quando se trata de místicos, curadores, falsos mestres, depositando neles a responsabilidade por seu destino e felicidade. É fácil manipular gente assim e não só em termos de energia, mas também em relação à conta bancária. Os fanáticos na maioria das vezes são manipulados e têm dificuldades de crescer e prosperar, ficando na sombra dos falsos profetas.

12) FALTA DE ACEITAÇÃO: Pessoas revoltadas com a vida e consigo mesmas, que não aceitam suas vidas como são, que rejeitam e fazem pouco caso daquilo que têm. Esses indivíduos vivem em constante conflito e fora do seu eixo. Vale lembrar que todos nós temos coisas boas. E essas pessoas por não valorizarem o que tem, normalmente estão tristes e sem energia. É importante aceitar e agradecer tudo o que temos. É claro que sem acomodação, tentando crescer. Quando você agradece e aceita, fica numa vibração energética positiva, despertando a intuição e a criatividade. Surgem então, as possibilidades de transformar a vida para melhor.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »